Make your own free website on Tripod.com

 

Antoine de Saint-Exupéry

      Aviador e escritor francês. Nasceu em 1900 em Lyon. É uma das mais destacadas figuras contemporâneas francesas. Estudou na Escola dos Jesuítas de Mans. Seu pai faleceu quando ele tinha quatro anos. Com a guerra de 1914 foi com seu mano estudar na Suíça com os maristas, depois tenta a Escola Naval, é reprovado nos exames e estuda na Escola de Belas Artes, seção de arquitetura. Faz o seu serviço militar em Stransbourg, onde pela primeira vez pilota um avião. De uma vez por todas, a partir daí a sua carreira está decidida. Fica sendo piloto militar em Casablanca; sofre o primeiro grave acidente e se livra com apenas uma fratura no crânio. Obrigado a deixar a aviação por razões pessoais, atravessa anos difíceis, ocupando vários empregos, chegando a ser representante de uma casa de automóveis. É recomendado para a Companhia Nacional de Empresa Aeronáutica. Faz o transporte do correio Toulouse - Casablanca, Dakar - Casablanca. Em 1926 é nomeado para o Rio Oro, para melhorar as relações franco - espanholas que não estavam boas. Escreve o seu primeiro livro, "Courier du Sud" e em seguida recebeu contrato de uma importante editora para seis romances. Embarca para a América do Sul e durante a viagem medita a obra "Vol de Nuit" que aparece em 1931 com o qual ganha o "Prix Femina". A companhia em que ele trabalha atravessa sérias dificuldades, vendo-se na obrigação de deixar o emprego, passando a ser piloto de provas. Faz reportagens para jornais franceses na Espanha e Moscou. Decide tentar um "raid" Paris - Saigon e um acidente obriga a fazer escala a 200 quilômetros do Cairo. Em 1937 empreendia ligação direta Casablanca - Tombouctou. Essas viagens lhe ensinam pelos seus vários aspectos, as diferentes experiências humanas. Estudou a Alemanha de Hitler, o Saara, etc. Quando tentava a ligação Nova Iorque - Terra do Fogo, sofre outro acidente grave, ficando com o braço esquerdo quase inutilizado. Em Nova Iorque escreve "Terre des Hommes", que lhe vale o prêmio da Academia. Quando vem a guerra é enviado para a África do Norte. Com muita idade em 1944 ele parte da Córsega, para uma missão de reconhecimento sobre o Canal da Mancha e seu avião é visto caindo em chamas. Sua obra mais notável: "Terra dos Homens". Escreveu ainda: "Le Petit Prince" uma espécie de novela para crianças e adultos ao mesmo tempo. "Lettre a um Otage" e "Citadelle", suas obras completas foram editadas em 1950.

Seus pensamentos:

"Na vida não há soluções. Há forças em marcha: é preciso as criar, e as soluções as seguem"

"Há em todas as multidões, homens que não se distinguem e que são prodigiosos mensageiros. E nem eles sabem disso"



<< voltar