Make your own free website on Tripod.com

 

Charles Augustus Lindbergh

      Aviador norte-americano nascido em Detroit (1902) e falecido no Havaí (1974). Estudou Engenharia na Universidade de Wisconsin, e, mais tarde, na Escola de Aviação Lincoln, no Estado de Nebraska. Nos cinco anos seguintes adquiriu grande experiência e conhecimentos em Aeronáutica, realizando vôos de demonstração e transporte de passageiros.

      Em 1927, ganhou um prêmio de US$ 25.000, instituído por Raymond W. Orteig, para o primeiro aviador que voasse, sem escalas, entre Nova York e Paris, percurso que ele fez, durante 33 h e 33 min, no seu famoso avião "Spirit of St. Louis". Lindbergh viu-se então coberto de glória, mas em 1932 sua vida foi abalada por uma tragédia pessoal, quando seu filho de dois anos foi seqüestrado e morto. O fato de aceitar uma condecoração alemã em 1938 e seus discursos em favor da neutralidade dos EUA na II Guerra Mundial valeram-lhe severas críticas, e Lindbergh renunciou a seu posto na Força Aérea. Durante o conflito, atuou como consultor de empresas aeronáuticas, função na qual participou de 50 missões de combate no Pacífico. Posteriormente trabalhou como consultor da Pan American World Airways e do Departamento de Defesa, sendo nomeado em 1954 general-de-brigada da Força Aérea. Seu livro The Spirit of St. Louis (1953) valeu-lhe o Prêmio Pulitzer. Escreveu ainda We (1927), Of Flight ande Life (1948) e, em colaboração com Alexis Carrel, The Culture of Organs (1938).



<< voltar